Dojo Kun

Dojo Kun Dojo Kun (Os cinco princípios éticos do Karate) HITOTSU JINKAKU KANSEI NI TSUTOMURU KOTO - Esforçar-se para formação do caráter saudável HITOTSU MAKOTO NO MICHI O MAMORU KOTO - Fidelidade para com o verdadeiro caminho da razão HITOTSU DORYOKU NO SEISHIN O YASHINAU KOTO - Criar o intuito de esforço HITOTSU REIGI O OMONZURU KOTO - Respeito acima de tudo HITOTSU KEKKI NO YU O IMASHIMURU KOTO - Conter o espírito da agressão indestrutiva ! ! !

domingo, 25 de janeiro de 2009

kiai

Kiai
O uso de um som alto, breve ou longo, é denominado kiai. O kiai é executado no instante que antecede o impacto dado por um golpe. Este som tem como finalidade, concentrar e exteriorizar energia e força, estimulando a velocidade, a contração muscular e também distrair a atenção do oponente. Kiai-jitsu era praticado pelos monges Budistas, que tinha por finalidade curar pacientes, usando recursos terapêuticos na emissão de determinados sons.

As duas fazes do Kiai são: O Resetamento e o Impulso
- Fase do Resetamento: consiste da contração dos músculos abdominais e inspiração profunda. Assim o Cérebro prepara o corpo para um surto de energia. A inspiração profunda enriquece a corrente sanguínea de oxigênio indispensável para o nosso organismo.

- Fase do Impulso: leva-se em consideração a ação de atirar, levantar, empurrar, ou desferir um soco ou chute, enquanto o ar é expirado bruscamente.


Contam-se histórias de homens que podem paralisar ou mesmo matar pequenos animais com um Kiai, ou parar o adversário com um Kiai apenas.

Com o treinamento é possível concentrar a energia onde ela é mais necessária, ao invés de espalhá-la pelo o corpo. Isto envolve concentração física e mental que canaliza a energia para regiões definidas do corpo. Você a princípio não é capaz de conseguir isso, mas com o passar do tempo, treino árduo e disciplina sua capacidade de concentração aumentará cada vez mais.


Ki – A energia vital.
O Ki, também denominado “Chi” na cultura Chinesa, é a força vital. Existem dois tipos de força: a exterior que desaparece com o tempo e a interior que deve ser aprimorada e treinada (esta é sem dúvida a que devemos sempre procurar).

Com um árduo treino conseguimos dominar nosso Ki e o do adversário. Se conseguirmos impedir a fluência do Ki no corpo do inimigo isto resultará em doença ou morte. (Dim Mak – Toque da Morte).

Para tal execução, deve-se controlar primeiramente o próprio Ki forçando a força interior, o que leva anos de treino e estudo.

Para realizar isso, deve-se praticar o Kiai ou grito espiritual.

O Kiai é um grito abdominal lançado a partir do Hara. O Kiai deve ser lançado do hara para estabelecer a fluência do Ki para a palma da mão ou para os pés.

O Kiai antes de tudo é o segredo de dominar sua própria fluência do Ki, é a verdadeira chave para a força interior.

Para nosso estilo Gojuryu, todos os golpes podem ser potencialmente letais uma vez que o teor de nossos treinos é alcançar o “Itchi Geki” que numa tradução aproximada significa “uma força, um golpe”.

2 comentários:

Postar um comentário

tigre

tigre